Como combater o grande mal chamado estresse

Como combater o grande mal chamado estresse

5 minutos Crise financeira. Desemprego. Violência e os medos que ela cria, alguns reais, outros ilusórios. Exigências cada vez maiores no mundo corporativo- cada um de nós é convocado a matar um leão por dia. Acúmulo de trabalho: cada vez o tempo é mais curto e há mais coisas a se fazer, até porque, com cortes de pessoal feito pelas empresas nessa situação de crise econômica, os funcionários que restam ficam sobrecarregados. Competitividade. A necessidade de chegar primeiro, de ser o melhor, de não Continue lendo

Como a hipnose pode lhe ajudar a combater os vícios?

Como a hipnose pode lhe ajudar a combater os vícios?

5 minutos A hipnose é capaz de reprogramar a mente do paciente, de maneira que determinados comportamentos fixados há bastante tempo e certos hábitos sejam modificados e substituídos por outros que sejam mais positivos e produtivos. Existem pessoas que podem consumir eventualmente álcool e que jamais se tornarão alcoólatras, ao passo que também existem indivíduos que já nascem com uma predisposição ao vício do consumo de álcool, talvez pelo fato de possuírem algum alcoólatra na família.  Até onde se sabe, esse risco é válido Continue lendo

Como a hipnose pode ajudar na minha carreira?

Como a hipnose pode ajudar na minha carreira?

5 minutos Um fato confirmado sobre a hipnose é que ela é capaz de reprogramação mental. Técnicas utilizadas na hipnose são capazes de reprogramar a mente, modificando hábitos e comportamentos que constituem vícios e que podem ser deletérios ao paciente. Com a hipnose, podem ser sugestionados outros hábitos benéficos, em substituição aos negativos, que prejudicam o desenvolvimento de sua carreira. Como um computador: Pascal, ao elaborar o “avô” dos computadores, baseou-se no fantástico computador que a natureza nos deu: o cérebro humano. Se você Continue lendo

Combata seus medos com a hipnose, saiba como

Combata seus medos com a hipnose, saiba como

5 minutos O medo, basicamente, é um instinto de preservação, que impede as criaturas de colocar em risco a sua integridade. É uma reação emocional, que se manifesta com força, e que atinge o sistema simpático. Existe um dado bastante curioso acerca do modo como o organismo reage diante de situações que envolvem medo e susto. Imagine duas situações: na primeira, um homem está caminhando numa mata, quando, de repente, avista um animal selvagem, uma onça, por exemplo, e toma um susto. Na situação Continue lendo

Aprenda a respirar melhor e os benefícios na sua qualidade de vida

Aprenda a respirar melhor e os benefícios na sua qualidade de vida

5 minutos A respiração é uma função automática. Respiramos desde que passamos a existir como embriões, recebendo o oxigênio do sangue de nossas mães (processo conhecido como circulação fetal).  O bebê chora quando nasce, porque o ar do ambiente entra pela primeira vez em suas narinas- quando se rompe a membrana que protege as vias aéreas do líquido amniótico- causando dor. Ninguém racionaliza sobre a respiração. Todo mundo só se lembra que respira quando sente falta de ar, quando suas vias aéreas estão congestionadas. Continue lendo

Alcoolismo e seus danos em sua carreira e vida pessoal

Alcoolismo e seus danos em sua carreira e vida pessoal

5 minutos O alcoolismo é uma doença grave que pode destruir a vida de uma pessoa, levando-a ao óbito. As raízes do alcoolismo crônico estariam num transtorno básico de personalidade- de acordo com psicanalistas, o alcoólatra, que estaria “preso” à fase oral do processo evolutivo da libido, sofreria uma espécie de intensificação do instinto de thánatos (morte). Por isso, o alcoolismo representaria um suicídio lento, um retorno ao útero materno e ao nada. O desejo irresistível pelo consumo de bebida pode fazer, em muitos Continue lendo

Ataque de pânico: cinco dicas para obter controle

Ataque de pânico: cinco dicas para obter controle

4 minutos O ataque de pânico costuma se manifestar durante quadros de depressão. A pessoa, durante esses ataques, sente-se acometida por um medo terrível, medo esse que não tem um objeto em particular como causa. O sujeito é tomado por uma sensação muito forte de que irá morrer (e que esta morte será iminente, ou seja, algo que ocorrerá nos próximos minutos). Sintomas orgânicos como taquicardia, angina, enjoo, sudorese, tremores, arrepios, sensação de peso nos músculos, sensação de desmaio, fraqueza costumam ocorrer com frequência Continue lendo